12 novembro 2009

vertere seria ludo XII

Pode ser que a vida
se faça de duas metades:
uma consiste em tornar-se,
a outra em inventar

novas sensibilidades

para cada respiro. Cair,
fora do próprio destino,
quando acontece, acontece,
e se vai onde

não se queria ir. O muro

é alto demais, constatam.
Preso, o desejo de asas
se desfaz pelo chão mesmo,
ao som de latidos. O cão

tem o pior grito. No entanto,

a idéia forma um repuxo
e um amarrotado movimento
no desejo antigo: sair por aí,
se reencontrar, e ver no que dá.

5 comentários:

Dauri Batisti disse...

Vertere seria ludo, Horácio, Ars Poetica: misturar o sério ao divertimento

Opuntia disse...

É bom quando podemos unir as duas metades da vida: inventar e tornar-se.

Bjus

paula barros disse...

Lembrei de uma música que de vez em quando me pego cantarolando: "vamos sair, desse lugar .....vamos fugir.." (nem sei se a música é assim)

"consiste em tornar-se, a outra em inventar novas sensibilidades.."

Muitas vezes não dá para fugir, e fico a me reinventar.

Bom dia!

Mai disse...

Te contar um segredo: quando eu chego aqui olho tudo. Fico curiosa que só vendo. Mais que nunca pareço uma criança e tudo pisca.

A primeira coisa que leio é lá no alto, em vermelho, o teu motivo logo abaixo do 'essa palavra'. Ali, (dependendo da proposta)
eu já me acabo de rir.
Depois disso (e não porque a primeira foto tua no perfil me lembrasse o Kerouac) tudo é a maior viagem na palavra e eu gosto disso. Tudo aqui é um universo de pura percepção.Mas as vezes as cegas ou em braile (porque você gosta de quebrar a lógica cognitiva) eu vou sentindo, rindo, vezes há em que eu choro também.(é sério)

Mas na maioria das vezes você consegue fazer 'molecagens'com a palavra e eu me acabo de rir. Por vezes eu saio daqui pensando: filho da mãe ele brinca com tudo e tem um perfil de seriedade haha...

Então acho que "o cão tem o pior grito" porque em tudo que ouvimos sabemos que o grito é sério e é a dor de alguém açoitando o bicho.

Beijo você.

Juliana disse...

Lembrou-me uma frase que achei pela net outro dia: "primeiro se atira do precipício, depois constroi-se as asas."