16 julho 2009

.

Uma voz longe canta uma despedida num jardim:
me aquieto num canto.



A sala, a orquídea sozinha de tão linda faz a casa:
fria, fria.



Um raio atravessado de lua pela janela me esvoaça de saudades:
não consigo dormir.



Deparo-me cansado com o sol nas mãos, sem você:
amanhece.




.

10 comentários:

Rafael disse...

Oi, Dauri!
Muito bonito seu poema, bem delicado e leve, gostei!
Abraço

paula barros disse...

E na pressa vim ler, e seguir estrada.

Petropólis-Teresópolis é linda.E agora seguindo para Friburgo encontrar com Mai.

Lindo!!!

abraço

Dica disse...

Insônia por amor é desesperador.


;*

Anônimo disse...

Salve! Sua poesia alivia a mente e liberta das prisões da razão e da lógica.
Paz e bem.
Charles.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Me permita invadir, Dauri!
Li seu comentário na nossa querida Kátia. Foi tão interessante e existencialista que resolvi vir aqui...gostei do que li!!!

Camilla Tebet disse...

E amanhece, amanhece, amanhece.. sempre amanhece. Sempre sem ....

Opuntia disse...

Orquídea-lua-sol! Belas imagens, belo poema insone.

Bjos

SILVANA PEDRINI disse...

Artigo novo no blog:

http://transtornobipolar2009.blogspot.com/

te espero lá!

paula barros disse...

Oi, Dauri

Não deixe que amanheça mais um dia, com sol lindo, o canto dos pássaros, um pouco de frio e eu sem ler você. rsrsr

Mai disse que morre de rir porque quando vem comentar no seu blog tem vários comentário meus. Eu disse a ela, você ri e ele deve pensar que eu sou doida.

um lindo domingo!

Ava disse...

Dauri, de repente me pego esmiunçando sua poesia, como se quisse entrar dentra dela...

É que tendo entender o que está por trás de cada palavras... essas palavras... rs

Quando diz que o que se tira do fundo do poço é água...
pode também ser mágoa... fico a imaginar uma mina , que não cessa de brotar mágoa... quanto mais se tira mais se brota...

Paro por aqui e viajo, na tentativa de conseguir captar toda a essência de suas palavras...

Confesso que as vezes não consigo...rs


Querido, eu particularmente acho que amigo é para toda hora, todo dia, sempre que precisar...
Mas como agora temos o Dia do Amigo, meu especial carinho, para alguém que aprendi a gostar e a querer bem, nesse louco mundo virtual...


Beijos e carinhos!