29 agosto 2008

Passeoabadá.
Hum?
Passeoabadá.
Hum?
Passeoabadá se não te dou um tiro.
Logo ali na no porto o minério caía sem parar
no porão do navio.
Passeoabadá.
Hum?
Passeoabadá.
Hum?
Passeoabadá se não te dou um tiro.
Logo ali na ilha a rainha se preparava
para a festa.
Passeoabadá.
Hum?
Pápápápá...
Dois tiros na barriga,
16 anos,
correria, hospital, a rainha
de nada soube, o navio se foi.
Tudo continua.
Hum?

10 comentários:

Tiago Soarez disse...

Hum?

JOICE WORM disse...

Viche! Ainda bem que não vi!

John Doe disse...

Hum?

Camilla Tebet disse...

hum? se não explicar, passeoabada.

Ps. deixei uma pergunta pra vcs no meu último post. Não costumo deixar esse tipo de mensagem, mas essa é só pra matar a curiosade. Se tive rum tempinho, passa lá.

Fernando Rozano disse...

essas palavras são a realidade em versos. denso, Dauri e instigante. abraços.

jorge disse...

Para vc ver Dauri,

Parece que a rainha e muita gente não sabe do que se trata este poema.
Trabalho com o pai do menino, que estudo com um filho meu.
Trabalho no hospital e cheguei a vê-lo no CTI.

É poeta, as coisas andam sendo vista como parte da rotina... Isso é mesmo grave.

Abraços,

Jorge Elias

poetriz disse...

Pobre Rainha, morreu sem saber exatamente o por quê...

Bjs!

Rico B. disse...

Risos, risos e muitos. Se você tiver como, dê um saque no dicionário de baianês e verá umas pérolas que usamos aqui. Abs.

Dauri Batisti disse...

Dia desses em Vitória, numa tarde de sábado, uns garotos de uns 16 anos se juntavam na rua em frente a um prédio para ir ao show da "rainha" da axé music. Quando um outro jovem se aproximou para assaltar. O que ele queria era o abadá, que custa bem caro. O garoto, assustado, não entendia o que o cara queria e levou uns tiros. Os navios que vem e vão de Vitória continuam indo e vindo; o show aconteceu normalmente;e a vida segue...

Luiza disse...

É...e a rainha continua chamando para a festa!
Em cada festa
Se vai abadá, muito beijo na boca...tudo é festa!
Eu acho que ela sabe de muita coisa que acontece.
É que já tá rolando solto, mais um... até a próxima festa!
Nossa música já foi melhor, nem precisava de abadá.

Abração