28 janeiro 2008

Eu me comprei de novo

Eu me comprei de novo
por uma poça de água
limpa e transparente
numa cavidade de pedra
no deserto.
Eu me tinha vendido
por uma gota de orvalho.

6 comentários:

Leandro Jardim disse...

a vida é mesmo um negócio
da china
em meio ao deserto ardente
da sina

hehe, gostei

abs
jardineiros

Flavia disse...

Já eu me vendi por um olhar... e nunca mais me achei.

Luiza disse...

Estou tentando me comprar, o dificil é derreter as gotas endurecidas pelo tempo!
Eu me vendi por tantas coisas...ilusões mundanas, ter, ser, tolos apegos!
Tô com sede de água limpa...

bjs

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Olá
Cheguei aqui através da Jacinta (Florescer) e amei o que encntrei!
Parabéns!
Já me vendi por muito menos... rs algumas vezes valeu, outras não, mas o que é a vida senão uma eterna procura?
Abraços

F. S. Júnior disse...

existe uma poesia na gota de orvalho...

Mai disse...

Já me perdí de mim, Já me vendí a quem? Já me comprei também.
Meu Deus...

Te beijo a alma.